linha

Safras

Área plantada e produtividade agrícola

A linha SAFRAS possibilita dimensionar as safras por meio da avaliação da área plantada e da produtividade agrícola. O uso de imagens de satélite, combinadas às informações meteorológicas e outros dados auxiliares permitem acompanhar a marcha de plantio, a evolução do desenvolvimento e a marcha da colheita das lavouras para as principais regiões de produção agrícola — o uso de algoritmos computacionais avançados juntamente com a uma equipe especializada em agricultura e geoprocessamento permite obter medidas precisas da área plantada e da produtividade esperada, estimando as safras com assertividade. Essa linha de produtos atende às principais culturas agrícolas cultivadas no Brasil, como cana-de-açúcar, soja, milho e algodão, além de florestas plantadas.

O que a linha SAFRAS proporciona

  • Previsibilidade para a tomada de decisões, permitindo antecipar flutuações de safra para clientes que desejam assumir posições mais assertivas no mercado, de modo a maximizar os ganhos econômicos.
  • Estimativas de área e de produtividade em mapas compatíveis com SIG, permitindo o cruzamento com outras informações georreferenciadas.
  • Apoio na definição de estratégias comerciais mais eficazes, identificando lacunas de atuação no território e um melhor dimensionamento do market share em microescala.

Exemplos de clientes em potencial

Bancos, cooperativas de crédito, fundos de investimentos, consultorias, entidades governamentais, traders de grãos, beneficiadoras, fabricantes de insumos agrícolas, máquinas e implementos. Empresas que negociam commodities agrícolas ou cujos resultados sofrem impacto de acordo com os números de safra.

O que é oferecido

Os produtos da linha Safras são compostos por mapas compatíveis com SIG, que podem ser disponibilizados de forma interativa em sistemas web, estimativas tabulares geradas por métodos estatísticos e relatórios de safras.

Área Plantada

Possibilita a estimativa de área plantada a partir de informações georreferenciadas e mapas detalhados ou metodologias estatísticas. As projeções de área podem ser feitas tanto para um único talhão quanto para um bioma inteiro ou, até mesmo, todo um país. Para isso, utilizam-se séries temporais MODIS e imagens de satélite (Landsat, Sentinel, CBERS e Resourcesat dentre outros) e dados de referência obtidos em campo. Há um arsenal tecnológico à disposição dos clientes, incluindo fotointerpretação até técnicas avançadas, baseadas em inteligência artificial capazes de proporcionar respostas rápidas e atender a um amplo espectro de aplicações e orçamentos. A Agrosatélite oferece ferramentas de apoio à visualização e análise dos resultados na web, favorecendo melhor aproveitamento dos diferentes níveis de informações gerados pelos mapas.

Produtividade Agrícola

É uma nova abordagem para a estimativa da produtividade agrícola, permitindo que os clientes possam se antecipar e assumir um melhor posicionamento no mercado — seja no nível de uma fazenda ou de um setor inteiro. As projeções de produtividade resultam do monitoramento remoto de parâmetros agrometeorológicos das principais zonas de produção agrícola. Utilizam-se dados de diversos satélites, além de informações provenientes de modelos climáticos desenvolvidos pelo CPTEC/Inpe e dados de estações meteorológicas, entre outros. Os modelos de produtividade agrícola são frequentemente aperfeiçoados e validados com informações de campo, levando em conta a evolução das variedades cultivadas e o calendário agrícola de cada região.

Free WordPress Themes, Free Android Games